Black Friday e a expansão das vendas digitais

Com o aumento dos negócios virtuais é preciso ficar de olho na segurança da sua loja e do consumidor

O maior evento do mercado varejista, Black Friday, acontece na próxima sexta-feira (25/11). E neste ano, pós pandemia, a expectativa é para que o acontecimento seja de expansão para o mercado digital, devido a transformação do perfil de consumo das pessoas. Muitos consumidores que não tinham o hábito de realizarem as compras em lojas virtuais por medo de fraudes, qualidade dos produtos, não recebimento, troca de mercadoria, entre outros fatores, criaram um vínculo positivo com o mercado digital.

Em 2020, durante o isolamento social, o varejo digital brasileiro teve um aumento de 41% no faturamento, segundo pesquisa realizada pela empresa NielsenIQ.  No ano passado, mesmo com a reabertura do comércio, o crescimento foi de 27%. Para esse ano a perspectiva é de que durante a Black Friday, mais de 8 milhões de vendas (ou seja, cerca de R$6 bilhões) devem ser realizadas de forma digital, de acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCOmm). Um aumento de 3,5% comparado com o mesmo período de 2021.

Mas, mesmo com o crescimento positivo nas vendas virtuais é importante entender que a Black Friday não depende apenas de preços chamativos oferecidos pelos e-commerces. O consumidor também valoriza a variedade de condições de pagamentos, compras parceladas sem juros e lojas seguras, sendo esses, fatores cruciais no momento de decisão para finalizar as compras.

Aumentar o potencial de vendas do seu negócio virtual utilizando uma infraestrutura robusta aliada a inteligência avançada em dados é um grande atrativo e pode gerar bons negócios. É importante lembrar que mesmo com todas as atualizações do mercado digital, ainda existem golpistas agindo no mercado com cartões clonados até roubos de dados pessoais.

Por isso tecnologia e segurança são pontos fundamentais para expandir o faturamento. Definir processos internos de validação de dados é essencial para minimizar essas dificuldades. Com essas soluções em análise de dados é possível comparar informações do comprador com o titular do cartão e revisar transações suspeitas protegendo o seu negócio. A verificação de documentos de cada comprador também é uma das estratégias para diminuir os riscos de fraudes.

Aquecer as vendas e evitar fraudes nesse período é um desafio para os lojistas, por isso contar com ferramentas de segurança podem fazer a diferença no seu negócio.

Notícias
Relacionadas

24/11/2022

Compras de Natal na Black Friday

Que a expectativa para a Black Friday é grande, isso não tem como negar! E os dados não nos deixam mentir. Segundo pesquisa produzida pela [...]
Leia mais...

22/11/2022

Black Friday e a expansão das vendas digitais

Com o aumento dos negócios virtuais é preciso ficar de olho na segurança da sua loja e do consumidor O maior evento do mercado varejista, Black [...]
Leia mais...

17/11/2022

A Copa das Fraudes: saiba como proteger seu negócio

A expectativa para a Copa do Mundo não está só para o hexa, mas também para a movimentação no mercado, e com isso, a segurança de dados e [...]
Leia mais...