Como deseja realizar seu cadastro?
As respostas das consultas durante o período de testes serão fictícias, com o propósito único de demonstrar o funcionamento geral da ferramenta.

Bancos Fazem Antecipação Do 13.º E Do IR: Vale A Pena?

25/07/2017

Bancos Fazem Antecipação do 13.º e do IR: Vale a Pena? É uma operação tradicional dos bancos e as vezes, muito aguardada pelas pessoas. Na essência, é uma antecipação de um valor que receberia no final do ano e que a rede bancária libera antes, mediante condições: na verdade, não passa de uma operação de crédito, pois o dinheiro antecipado terá que ser devolvido e incidirá sobre o valor antecipado, os encargos normais de uma operação de crédito comum. O que tem de diferente? A diferença é que a garantia é maior, pois quem irá devolver será a Receita Federal ou o empregador, de acordo com o tipo de operação feita: antecipação de Imposto de Renda é a Receita Federal e o décimo terceiro é com o empregador. E afinal, é um bom negócio? É, quando o tomador tiver dívidas onde paga encargos superiores.

Leia mais...

Bancos Aceleram Venda De Carteiras Em Atraso

24/07/2017

Bancos Aceleram Venda de Carteiras em Atraso; mas que carteiras são essas? Os financiamentos que não são pagos costumam “pesar” no balanço e nos índices de inadimplência dos bancos por até um ano, caso não sejam negociados. Após esse prazo, as instituições reconhecem a perda de 100% do empréstimo e baixam a operação a prejuízo, mas continuam o trabalho de cobrança da dívida. Quanto maior o período de atraso, menor a chance de recuperação e o valor desse crédito em um eventual acordo. Os grandes bancos brasileiros intensificaram a movimentação para lidar com o volume crescente de créditos em atraso: Itaú Unibanco; Banco do Brasil (BB); Bradesco e Santander, negociaram pelo menos R$ 26,4 bilhões em carteiras no ano passado, um crescimento de 128% em relação a 2015. A Caixa Econômica Federal suspendeu as operações em junho do ano passado por determinação do Tribunal de Contas da União (TCU).

Leia mais...

Sinais De Reaquecimento

20/07/2017

Sinais de Reaquecimento tem sido divulgados a toda hora pela mídia, mesmo que ainda modestos, em frentes como: vendas no varejo físico e on-line, movimento de clientes nos shopping centers,
franquias à venda, investidores buscando negócios para investir, aquisições de pequenas empresas a grandes grupos ou redes franqueadas. E isso sinaliza que as redes de expansão não estão dando conta da busca por franquias, tendo em vista: o alto índice de desemprego, a valorização do empreendedorismo brasileiro e a força do setor de franchising.

Leia mais...

Armarinhos Fernando, Onde A Crise Ficou Lá Fora

19/07/2017

Armarinhos Fernando, Onde a Crise Ficou Lá Fora; empresa criada por Fernando dos Santos Esquerdo, já falecido, a loja de armarinhos não sabe o que é crise. Vendendo produtos de oito setores:
armarinho, bazar, brinquedos, confecção, aviamentos, papelaria, perfumaria e itens sazonais. Com um quadro de cerca de 1.800 funcionários aumentou 15% nos últimos dois anos, e vem apresentando crescimento anual em torno dos 7 a 8% a.a. A loja da Rua 25 de Março é visitada por cerca de 6 mil a 7 mil clientes por dia – quantidade capaz de causar inveja a qualquer comerciante. O tíquete médio de compras é de R$ 60,00 e a dois anos atrás era de R$ 45,00.

Leia mais...

O Executivo Que Se Tornou Um Empreendedor

18/07/2017

O Executivo Que se Tornou um Empreendedor, por um acaso do destino: Carlos Castro criou a Diem, marca de calçados unissex, enquanto se tratava de um problema de saúde. Com 33 anos já havia trabalhado em grandes empresas, como a Groupon, Souza Cruz e Chilli Beans – sempre ocupando cargos executivos. No último deles, na rede de varejo de óculos, era compelido a fazer ao menos 25 viagens internacionais por ano. Em função da doença, ficou parado três meses, que lhe serviram para refletir bem e decidir por uma mudança de rumo em sua vida profissional: iria montar o seu próprio negócio. Sem saber em qual segmento empreender, aconselhou-se com amigos empresários, indagando sobre serviços, atendimento e produtos que eles sentiam falta de ter fácil acesso. A resposta foi quase unânime e surpreendeu Castro: sapatos confortáveis e com design moderno. Apesar de surpreso, seguiu em frente porque queria criar um conceito de moda sem gênero.

Leia mais...

Cartões ‘Premium’ Cortam Anuidade

17/07/2017

Cartões ‘Premium’ Cortam Anuidade com o intuito de manter os clientes. A dinâmica dos cartões sem anuidade altera a oferta do produto; já os cartões com maiores demandas – Visa e Mastercard – aconteceu o inverso: o custo aumentou. Segundo dados do Banco Central, o valor médio das taxas de anuidade cobradas em cartões com: bandeira American Express caiu quase 26% no último trimestre de 2016 na comparação com o mesmo período de 2015, passando de R$ 82,07 para R$ 60,76; no caso da bandeira Diners Club, a tarifa média recuou 7%, indo de R$ 166,68 para R$ 154,17 no mesmo período. No caso dos cartões de bandeira Elo, o corte de quase 35% na taxa média de anuidade pode ser explicado por outra estratégia: conquistar consumidores. Os valores passaram de R$ 71,50 em 2015 para R$ 46,61 em 2016. Essa foi a estratégia para entrar e concorrer com os grandes líderes.

Leia mais...

Afinal, O Que é Uma Franquia?

14/07/2017

Afinal, o Que é uma Franquia? A franquia nada mais é do que uma estratégia de negócio que consiste em permitir o uso da marca e tecnologia de uma empresa por um empreendedor, que recebe o nome de franqueado. Esse modelo de negócio propicia uma série de vantagens, como já começar com uma atividade comprovada, experiente, com suporte permanente ao franqueado. Apesar de todas essas vantagens, ser simplesmente um franqueado não significa sucesso certo; o franqueado precisa buscar um negócio que se identifique com ele, pois terá que trabalhar e se dedicar bastante, pois como qualquer outra empresa, é a dedicação, criatividade, ousadia, planejamento que farão ela ser um sucesso.

Leia mais...

Como E Porque Abrir Uma Microfranquia

13/07/2017

Como e Porque Abrir Uma Microfranquia; essa pergunta muita gente deve se fazer, principalmente em época de grande desemprego e a existência de um desejo de ser seu próprio patrão: André Oliveira Monteiro, 43 anos, cultivou ao longo da carreira um desejo: colocar a farda de corretor e ir, ele próprio, em busca de clientes, vender as apólices e embolsar polpudas comissões mas não como empregado – queria ser dono do próprio negócio, organizando sua agenda e dispensando o compromisso de dividir o lucro com um patrão. Esse é a síntese do pensamento de muita gente: muda só o ramo de atividade, mas o desejo é o mesmo. A opção foi por um modelo chamado home based, em que o escritório pode ser instalado na própria casa. A franqueadora oferecia os sistemas de busca e registro de clientes, suporte nas situações de sinistro e contato com as seguradoras. Isso é o básico de cada franquia. Mas precisa, e muito, de dedicação do franqueado, pois seu papel nessa relação Franqueador e Franqueado, é de o último ir atrás de negócios!

Leia mais...

Governo Vai Mudar Lei De Sigilo Bancário

06/07/2017

Governo Vai Mudar Lei de Sigilo Bancário com o objetivo maior de auxiliar no processo de queda dos juros. Com isso, quer também inverter o quadro atual, onde o consumidor precisa autorizar a inclusão de seu nome; com a mudança, todos estarão dentro desse cadastro, e será possível solicitar a sua exclusão. Para reduzir o custo de crédito no País, o governo prepara projeto de lei para alterar a lei de sigilo bancário. A proposta é deixar claro que, ao fornecerem dados financeiros e de crédito de seus correntistas para gestores de bancos de dados (como Serasa ou Boa Vista SCPC), os bancos não estarão quebrando o sigilo. Com isso, o governo espera destravar o Cadastro Positivo, aprovado desde 2011, mas com fraca adesão dos consumidores. O Cadastro Positivo – o histórico de bom pagador, que auxilia os consumidores (pessoas físicas e empresas) a conseguirem taxas de juros mais baixas na hora de negociar um empréstimo ou comprar um produto parcelado.

Leia mais...

Comissão Aprova Crédito Para Emissão De Passaportes

04/07/2017

Comissão Aprova Crédito para Emissão de Passaportes, no valor de R$ 102,4 milhões, que permitirá a voltar a emitir o documento, que já tem mais de 100 mil pessoas esperando a reabertura. A Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional aprovou a liberação de crédito suplementar para possibilitar que a Polícia Federal (PF) retome a produção de passaportes e que havia sido paralisada desde terça-feira (27), às vésperas das férias escolares. a Comissão Mista aprovou o A Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional aprovou o Projeto de Lei 08/2017 na tarde desta terça-feira (4).

Leia mais...
Fale Conosco